Pular para o conteúdo

Turismo Local:

Fica próximo a Rodovia Raposo Tavares e da Estação Ferroviária de São Roque na antiga linha férrea Sorocabana.

 

 No Morro do Cruzeiro está localizada A Cruz e a escultura do
Santo São Roque do início do século passado. Lugar que todo ano durante os meses de Julho e Agosto, peregrinos participam da celebração religiosa em homenagem ao aniversário da cidade e do padroeiro.

 Para visitar o lugar é de fácil acesso, ladeira de asfalto é íngreme, de carro chega-se ao topo. Durante o dia é apropriado para levar idosos ou crianças, mas com supervisão, o local é desprovido de iluminação à noite, de bancos para sentar ou lanchonete, assim durante dia de Sol bom para passar um tempo conversando e curtindo o vento, escutando pássaros e tirar lindas fotos da visão panorâmica da cidade e seu relevo de Vale.

Praça Largo dos Mendes com seu Relógio de Sol ao centro.
  A Praça Largo Dos Mendes (em frente ao Hotel Villa Maior) fica no centro da cidade de São Roque, num lugar tranquilo com jardins e árvores em grande espaço verde sendo ótimo para caminhadas. Possui infraestrutura para o descanso e lazer de moradores e turistas. Há gramado e piso decorado em amplas calçadas, corrimões de proteção, quiosques com cobertura e telhas em cerâmica, academia ao ar livre, lixeiras, banheiro, área de lazer infantil com ‘playground’ e fechamento em gradil, bem iluminada com ‘leds’ para segurança das crianças, bancos e mesas em cimento para acomodar os pais. Tem um local plano para jovens andar de skate, ponto de taxi e lanchonete.
 Durante o ano, o local pode ser usado para eventos culturais diversos como as tradicionais ‘Festas de Agosto‘. De família pioneira em São Roque os “Mendes”, contribuíram de forma respeitável para o crescimento da cidade de São Roque e são homenageados.
A Brasital possui uma trilha ecológica de 2.5KM de extensão denominada “Caminho das Águas”, formada por um conjunto de caminhos que permite ao visitante desfrutar da paisagem natural, com características recreativas e educativas desenvolvidas com objetivo de promover o contato entre o ser humano e o ambiente.

 

Construída em 1890 a Brasital foi uma das primeiras indústrias têxteis do Estado de São Paulo. O conjunto arquitetônico é composto por galpões, onde eram produzidos tecidos de algodão como: brins, popeline, colchas e atoalhados que além de serem comercializados no Brasil também chegou a ser exportado para o exterior. No fim dos anos 80, a Brasital S/A passou a integrar o patrimônio público de São Roque. Agora, o Centro Educacional, Cultural e Turístico Brasital, abriga a Divisão de Cultura da prefeitura, o Banco do Povo, o Posto de Atendimento do SEBRAE, além de diversos cursos. Os galpões que antes eram ocupados pelos teares, agora são utilizados para fins culturais como a biblioteca, oficinas culturais e profissionalizantes, sala de música e dois salões onde são realizados eventos.

Hoje a igreja da Matriz de São Roque, recebe bem suas visitas e seus fiéis,também local para belíssimos casamentos.
No local existem duas locomotivas (de nome Corina e Angelina) da empresa H.K. Porter de Pittsburgh U.S.A.(1946) e vagões para passageiros (conectados, sendo 01 trem). Atualmente há interesse em torná-las um atrativo turístico implantação do Projeto do Trem Turístico.

A cidade de São Roque foi fundada em 16 de Agosto de 1657, pelo bandeirante capitão paulista Pedro Vaz de Barros que sendo religioso batizou suas terras com o nome do santo de devoção.
Na sua propriedade, uma capela de pequenas dimensões
dedicada ao seu santo padroeiro foi construída no XVII.
Em 1837 um novo templo foi construído.
Depois, uma nova fachada e torre e igreja da Matriz é inaugurada em 1941 que persistiu até 1972. O Vigário Padre Cícero Revoredo consultou as principais figuras da cidade na época,
do campo social, comercial e político,
e optaram por construir uma nova igreja.
Com um visual imponente, graças ao seu interior pintado pelos irmãos Gentili, artistas plásticos conhecidos na época e seus vitrais que trazem a representação da vida de São Roque.
A Igreja da Matriz reflete e traz eu seu interior imagens que buscam transmitir a educação religiosa através do visual, com artes sacras que falam sobre a eucaristia, os evangelhos e
outros temas importantes. 

 A primeira Estação foi construída em 1875. A estação atual de São Roque foi aberta em 1928, maior e mais moderna, trouxe uma inovação: a agência de telégrafos. A estação teria sido fechada em 1976. Depois, chegou a funcionar durante os dias de semana, permanecendo fechada nos finais de semana.
Nos anos 1990, foi sendo gradativamente desinteressante, e funcionava em 1998 apenas como plataforma de embarque. Foi reformada em 2012. Na altura do Km63 da Estrada de Ferro Sorocabana e localizado a 763 metros acima do mar e num ponto alto da cidade, a Estação Ferroviária de São Roque, com sua bela arquietura e suas características originais mantidas, estrutura antiga com madeiramento preservado, tendo um “ar colonial” com ambiente aconchegante, mostram como eram nossas estações brasileiras, é um marco importante na história de São Roque por iniciar uma fase desenvolvimentista para a região.

 De fácil acesso, durante o dia a estação fica aberta sendo legal para levar criança para ver a locomotiva parada e ótimo para tirar lindas fotos, entretanto o valor cultural divulgado carece de informações (sem funcionários no local). Tem estacionamento para carros.